O Sindsaúde-GO em parceria com as demais entidades que fazem parte do Comitê Goiano em Defesa dos Trabalhadores e Enfrentamento à Pandemia da COVID-19 vai realizar nesta quinta-feira (28), às 19h, um ato simbólico em frente ao Hospital Estadual Materno-Infantil Dr. Jurandir do Nascimento (HMI).


O objetivo do protesto é chamar a atenção das autoridades para a necessidade imediata de melhores condições de trabalho, mais segurança e valorização profissional para os servidores da rede pública de saúde.

 

O ato vai lembrar a morte do profissional de saúde, vítima mais recente da Covid-19. Emivaldo Soares Martins tinha 63 anos, era ginecologista, obstetra, plantonista do Pronto Socorro do HMI e faleceu na madrugada do dia 25 com a doença. 

 

Respeitando o distanciamento e as medidas de prevenção ao coronavírus, o ato contará com velas acesas, leitura de uma carta dos profissionais de saúde e apresentação musical.